Uma das mais tradicionais instituições beneficentes do Noroeste Gaúcho, com quase 50 anos de atuação, a Escola Especial Albino Mincks (APAE Santa Rosa) precisa constantemente de recursos para manter sua estrutura física e de atendimento; ao mesmo tempo, desfazer o conceito de que é uma entidade autossustentável. A campanha Ostentação mostrou que os escassos recursos são bem utilizados, angariando simpatia da comunidade e novas doações.

Objetivos

Ampliação das contribuições para a APAE, melhorando a arrecadação mensal da entidade e possibilitando o atendimento a mais de 200 alunos especiais da região.

Estratégias

A partir do tema Ostentação, como símbolo de exibicionismo e esbanjamento utilizado pelo estilo de música Funk, a campanha mostrou o contraste de uma entidade carente de recursos.

Táticas

Utilizando a estética do funk, no ritmo do jingle e nas imagens, as peças criaram impacto pelo contraste entre o texto (champanhe e caviar) e o visual (refeição simples servida na instituição), finalizadas pelo slogan "Na APAE não tem ostentação".

Resultados

Após a campanha, a APAE Santa Rosa teve suas contribuições ampliadas em 40% e renovou sua imagem de instituição séria e transparente.